NGO-CambioNews grd

Mercado poderá apresentar sua realidade efetiva, abatendo o otimismo exacerbado

O clima de "copo meio cheio" ou "copo meio vazio", continua prevalecendo, porém inegavelmente  o governo vem ganhando esta “guerra de comunicação”, pois tem quase todos porta vozes das instituições financeiras alavancando os ainda discretos sinais de recuperação que vem dando a economia, assim tem prevalecido a visão do “meio copo cheio”, mas há uma vulnerabilidade e falta de sustentabilidade sobre as quais há um silêncio ou colocações muito comedidas.

Contudo, é notório que na “g…

Leia mais

Reforma previdenciária, no curto prazo, e eleições em perspectiva, afetam o país

O “vai não vai” em torno da votação da Reforma Previdenciária e sua possibilidade ou não de aprovação afetam o humor do mercado financeiro, e por que não dizer da economia brasileira como um todo.

Afinal, o que está em jogo vai muito além do contexto da reforma, mas terá relevante impacto na, até podemos dizer, viabilidade do governo atual para coordenar o expressivo descontrole fiscal, e até pode comprometer ainda mais a sua credibilidade.

A economia brasileira dá sinais ainda modesto…

Leia mais

COPOM/BC reduz SELIC à mínima, mas tem visão tênue prospectiva sobre riscos!

Como era esperado, o COPOM/BC reduziu a taxa SELIC à mínima histórica, se bem que o país continua praticando taxas de juros em algumas linhas entre 250% e 350% anuais e os reflexos nas demais linhas de crédito ao consumo tem baixa sinergia com a SELIC, , o que é um grande contraditório e o efeito assim é, para a população, mas psicológico do que efetivo.

Mas de toda forma impacta em dispêndios do governo com a dívida pública e em linhas de financiamentos que concede de forma seletiva.…

Leia mais

Os sinais do mercado, economia e perspectivas sugerem revisão nas projeções!

A Bovespa evidencia que pode estar entrando numa fase de maior realização, o que implica em saída de estrangeiros a exemplo do que já ocorreu em novembro.

O dólar ainda resiste “home made” por parte do BC, que o administra com leilões de linhas e swaps, mirando prioritariamente na contenção inflacionária oriunda dos alimentos exportáveis, mas que nesta fase do ano pode ser um enorme incentivo para as importações de bens de consumo concorrentes dos produtos nacionais.

A tensão em torno…

Leia mais

Economia dá sinais positivos, mas contexto e política até 2018 promovem incertezas!!!

A economia brasileira, embora com frágil sinergia intersetorial, dá discretos sinais de melhora, contudo não consegue transmitir sustentabilidade para ancorar tendências, estando muito dependente do cenário político.

A inflação pelo IPCA que sinaliza fechar este ano em 3% é passível de credibilidade, visto que preços que impactam fortemente na economia popular vêm sendo elevados em percentuais magnânimos e passam a sensação de que não estão sendo captados adequadamente na formação dos…

Leia mais

Mesa: (11) 3291-3260    |    Tel: (11) 3291-3266    |    Fax: (11) 3106-4920

Ouvidoria

0800 777 9504

ATENDIMENTO

de segunda a sexta-feira

das 09h00 às 18h00

ouvidoria@ngo.com.br

Acompanhe a NGO
ngo-icon b-facebook  ngo-icon d-rss  ngo-icon c-twitter 

ngo-icon a-logo