NGO-CambioNews grd

Cenário global e turbulências no cenário latino determinam posturas defensivas!

0
0
0
s2sdefault

O ambiente latino americano está ficando conturbado e os riscos de que a contaminação possa estar mais estreita do que se possa imaginar, a despeito de “a priori” se perceber baixa sinergia, conduziu o mercado brasileiro a postura mais defensiva e cautelosa.

Afinal, as mudanças recentes havidas no país no contexto político e jurídico, embora assimiladas pela maturidade do mercado, merecem postura de resguardo para evitar surpresas, e isto, provoca ajustes de posições operacionais reduz…

Leia mais

0
0
0
s2sdefault

Mercado sinaliza maturidade, embora mudanças abruptas legais sejam impertinentes

0
0
0
s2sdefault

A insegurança jurídica é preocupante, em especial para os investidores estrangeiros, e macula a credibilidade e confiança no país já que a sustentabilidade de regras e princípios jurídicos deve transmitir segurança e convicção em relação às leis vigorantes.

Posturas mutantes e no curto prazo ante temas relevantes evidentemente conspiram contra os interesses do país, e na essência nada tem a ver com o fato em si da soltura do ex-Presidente para responder seus processos em liberdade, mas…

Leia mais

0
0
0
s2sdefault

Insegurança jurídica é novo importante risco às perspectivas de otimismo do país!

0
0
0
s2sdefault

O Presidente Campos Neto do BC afirmou que, com o CDS atual do país, seria natural ter um rating melhor, e esta é uma percepção válida ainda mais quando do Governo tem logrado sucesso no equacionamento da situação fiscal, colocando-se face à isto como promissor e atraente para receber investimentos externos, não mais especulativos, mas com melhor qualidade e propósitos.

Contudo, o fato novo, a decisão do STF fortalecendo o sentimento de insegurança jurídica no país, fato muito mais imp…

Leia mais

0
0
0
s2sdefault

Exacerbações momentâneas não deverão afastar patamar do preço do dólar de R$ 4,00!

0
0
0
s2sdefault

Os movimentos intensamente voláteis no preço da moeda americana no nosso mercado, pós leilões envolvendo petróleo realizados pelo governo quarta-feira e ontem, atribuídos em sua intensidade ao insucesso dos mesmos, tem fundamento, mas incontestavelmente muita especulação, muito comum neste mercado dada a suscetibilidade do câmbio a fatos marcantes.

Mudou de patamar a perspectiva do preço?

A rigor não, mas deu maior sustentabilidade à projeção do mesmo no em torno de R$ 4,00, já que o “…

Leia mais

0
0
0
s2sdefault

O dólar sensibilizou o desapontamento com o resultado do megaleilão do pré-sal!

0
0
0
s2sdefault

Havia temores que as empresas estrangeiras não seriam tão agressivas nos lances para a cessão onerosa, em especial após as desistências da francesa Total e da britânica BP, mas a resultante apontando a Petrobras levando 90% do Consórcio Búzios causou enorme frustração, pois havia foco na maior participação das empresas estrangeiras e com isto um impacto extremamente favorável no fluxo cambial para o país.

Reação intempestiva e naturalmente com maior intensidade do que o fato em si reve…

Leia mais

0
0
0
s2sdefault


Copyright © 2019. Direitos pertencentes a seus respectivos autores. É obrigatória a menção à fonte e ao autor para reprodução total ou parcial dos texto. Esta é uma publicação de caráter informativo e não deve ser considerada como uma oferta de compra ou venda de ativos ou de qualquer instrumento financeiro.

Coluna CâmbioNews nos principais veículos:

Investing.com
Money Times
Broadcast - AE

exclusivo para assinantes

Mesa: (11) 3291-3260    |    Tel: (11) 3291-3266    |    Fax: (11) 3106-4920

Ouvidoria

0800 777 9504

ATENDIMENTO

de segunda a sexta-feira

das 09h00 às 18h00

ouvidoria@ngo.com.br

Acompanhe a NGO
ngo-icon b-facebook    ngo-icon c-twitter 

ngo-icon a-logo